Blogging

Foi demitido durante a crise do Coronavírus? Veja o que fazer

Com a crise do coronavírus forçando milhões de brasileiros a ficarem em casa, impedidos de trabalhar para a sua própria segurança, um problema já evidente para a economia do país ganhou ainda mais força. Estamos falando do desemprego, que teve uma alta impactante durante a pandemia e que levou diversos trabalhadores a precisar solicitar o seguro desemprego.

Mas como realizar essa solicitação sem poder sair de casa? Se você foi demitido durante a crise do coronavírus e não sabe o que fazer, você precisa conferir as informações a seguir:

Quem tem direito ao seguro?

Uma das maiores dúvidas do brasileiro neste momento de pandemia é solicitar seguro 2020 com a questão do isolamento social em ordem. Mas antes de entender como dar entrada na solicitação do seu recurso, é importante saber se você tem direito a ele.

De acordo com os requisitos do seguro desemprego, é necessário que o funcionário tenha sido dispensado de suas funções sem apresentação de justa causa. Além disso, é preciso estar de acordo com o tempo de serviço mínimo, equivalente a 9 meses e que dá acesso ao número básico de parcelas do benefício.

Quais os documentos necessários?

Se você estiver de acordo com os requisitos para solicitação do seguro desemprego, será necessário ter em mãos alguns documentos fundamentais para dar entrada no processo. São esses:

  • Cartão Cidadão e senha;
  • Número CPF;
  • Número NIS (PIS/PASEP);
  • RG;
  • Carta de demissão.

Como solicitar sem sair de casa?

Para que os beneficiários desse serviço possam solicitá-lo de forma segura, está disponível a plataforma de requerimento do seguro desemprego através da internet. É possível realizar o processo no site www.gov.br ou baixando o aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Nessas plataformas, o trabalhador receberá instruções para preencher os campos requeridos e concluir o preenchimento dos formulários. Após seguir as etapas, é necessário conferir as informações e enviar a sua solicitação. É importante lembrar que o funcionário que foi demitido precisa dar entrada no processo do seguro desemprego no período entre 7 e 120 dias após a demissão.

Posso pedir o auxílio emergencial?

Como você já deve saber, um dos critérios básicos para o recebimento do auxílio emergencial é não possuir vínculo com a CLT e por isso, quem acabou de ficar desempregado pode estar se perguntando se pode pedir o auxílio emergencial.

Sim, o auxílio proporcionado pelo Governo pode ser acessado nesses casos. Basta baixar o aplicativo ou acessar o site oficial do Governo, preencher os campos e enviar a sua sua solicitação.