Blog

É possível sustentar uma família recebendo apenas um salário mínimo?

De acordo com pesquisas, grande parte dos brasileiros sustentam uma família com 3 ou mais membros com apenas 1 salário mínimo. Mas será que isso é realmente possível? Descubra a seguir:

O que é o salário mínimo?

Antes de entender se a remuneração mínima pode ser suficiente para suprir as necessidades de uma família, é importante saber do que se trata.

O salário mínimo é um dos direitos trabalhistas mais importantes que o trabalhador brasileiro tem, pois garante uma base salarial mínima para qualquer categoria de emprego.

O cálculo do salário mínimo é baseado em alguns fatores como: a inflação e a somatória base dos gastos com necessidades do brasileiro.

Dentro dessa média estabelecida, existem gastos como alimentação, transporte, vestimentas, entre outros fatores considerados indispensáveis.

O que é o reajuste do salário mínimo?

Um dos assuntos mais comentados no momento está relacionado com possíveis reajuste da média salarial para o trabalhador brasileiro, ou seja, o valor do salário mínimo em 2021.

Como você conferiu acima, a base salarial mínima é calculada de acordo com a inflação e os gastos indispensáveis dos brasileiros, e como o valor para estes fatores pode variar, dependendo de diversas circunstâncias, é normal que o salário mínimo sofra ajustes.

A expectativa é a base salarial siga aumentando, mesmo que no geral, o percentual de acréscimo seja muito baixo, como indica as informações abaixo sobre os dois últimos salários mínimos:

  • 2019 – R$998,00
  • 2020 – R$1.045

De 2019 para 2020, o salário mínimo subiu cerca de 4% e de acordo com essa projeção, é provável que o próximo reajuste leve a base salarial para a média de R$1.079.

É possível sustentar uma família com um salário mínimo?

Esse é um questionamento delicado, pois precisa levar e consideração fatores internos e não somente uma base de cálculo generalizada.

O que acontece é que, muitos brasileiros sustentam uma família inteira com um salário mínimo mas isto não é o mesmo que dizer que todos os membros deste núcleo familiar possuem qualidade de vida,.

Ou seja, essa questão está presente na linha tênue entre “viver” e “sobreviver”, sendo necessário emergir o fator de desigualdade de oportunidades.

Então, podemos dizer que sim, é possível sustentar uma família com um salário mínimo, mas estes terão poucos recursos e no geral, estarão dependendo de educação e saúde pública, que atualmente sofre um colapso de superlotação e pouco investimento em qualidade.

Mesmo com o provável reajuste do salário mínimo, ainda é difícil projetar uma satisfação de vida com 1 remuneração por família.